Contraste

PM na Ufes: Sintufes articula ações visando alterar a decisão do reitor em relação à segurança nos campi

Por Comunicacao
20 de Julho de 2018 às 16:25

Uma reunião, realizada no dia 9 de julho (foto), na sede do Sintufes, em Goiabeiras, iniciou a discussão para fazer o enfrentamento da decisão do reitor de celebrar o convênio da PM com a Ufes.

O Sintufes, o Fórum de Lutas Sociais, a Adufes, o Movimento Negro e o DCE vêm se reunindo com a finalidade de repensar o convênio e até mesmo de revogá-lo, buscando mostrar que há outras formas de se resolver a questão. No dia 16 do mesmo mês, o grupo se reuniu para seguir pensando ações a fim de rever a decisão que o reitor tomou monocraticamente e sem ouvir a comunidade universitária. 

“O reitor precisa parar de tomar decisões monocráticas. Ele está de fato jogando a autonomia universitária pelo ralo. Já havia isso, quando entregou o Hucam à EBSERH. Sem falar nos convênios dos quais a Ufes abre mão de se responsabilizar pelos valores. E agora a situação da PM. Isso tem que mudar, não dá para ficar assim”, critica a diretoria colegiada do Sintufes.

173 visualizações, 1 hoje

SINTUFES NA MÍDIA