Contraste

Entidades da educação e movimentos estudantis divulgam carta aberta à sociedade Entidades

Por Comunicacao
17 de Maio de 2019 às 11:05

Entidades da educação e movimentos estudantis divulgam carta aberta à sociedade sobre os ataques à educação no Brasil. Conforme o documento, os sucessivos cortes nas políticas educacionais (ensino superior e educação básica) e a ameaça de acabar com a vinculação constitucional que assegura recursos para a educação evidenciam o viés privatista deste governo.

“Um governo que quer entregar aos empresários a educação do povo brasileiro. Por isso, fomenta as políticas de vouchers e a educação domiciliar, incentiva a agressão à gestão democrática e à autonomia das escolas, através da militarização escolar; sustenta a inoperância inescrupulosa do Ministério da Educação, que afeta a qualidade do atendimento público nas escolas, institutos federais e universidades; defende a revogação de inúmeros conselhos de acompanhamento social, impondo retrocessos à gestão democrática estatal”, destacam.

Na carta, as entidades informam sobre a luta contra a MP 873/19. “Nós lutamos para que os nossos direitos sociais, econômicos e políticos permaneçam assim reconhecidos e mantidos. Nossas entidades representativas também têm sofrido duros ataques, prova disso é a MP 873 que tenta desmontar e desorganizar as organizações sindicais. Sabemos que o objetivo desta medida é enfraquecer a luta social contra esses desmandos praticados em pouco mais de quatro meses”, criticam.

Confira a Carta na íntegra.

Fonte: Fasubra.

131 visualizações, 2 hoje

SINTUFES NA MÍDIA